Acidentes graves na RS 122 causam preocupação

124
0
Compartilhar:

Os acidentes na RS 122 estão causando cada vez mais preocupação. Na quarta-feira morreu uma mulher de 45 anos após ter sido atropelada na altura do quilômetro 35, em Piedade, na frente do Salão Flach. Carmem Maria Margel Christ atravessava a rodovia para pegar carona para o serviço na empresa Fibras Bonfanti, em São Vendelino, quando foi atingida por uma Van que trafegava no sentido Bom Princípio/Farroupilha. Mesmo socorrida e levada para a Upa, a moradora de Floriano Peixoto, em Bom Princípio, não resistiu e faleceu no Hospital Pompeia de Caxias do Sul para onde foi transferida devido a gravidade dos ferimentos. Muitos estimada e religiosa, Carmem foi sepultada no final da tarde de ontem em Piedade, com a presença de uma verdadeira multidão de familiares e amigos.

Na madrugada do último domingo outro acidente na RS 122, na altura de Santa Teresinha, em Bom Princípio, deixou três rapazes feridos. O acidente foi por volta de 4h40min envolvendo um automóvel Vectra, onde ficaram feridos o motorista e um passageiro, de 22 e 21 anos, ambos de Bom Princípio, e o condutor de um Astra, de 23 anos e de São Vendelino. O impacto foi tão forte que os veículos ficaram destruídos e o Astra chegou a pegar fogo, ficando quase que completamente queimado. Os três feridos foram conduzidos para a UPA pelos Bombeiros Voluntários. Ivan Fussieger, 21 anos, de Piedade, que era passageiro do Vectra, teve fratura na clavícula. Já a situação do motorista Leonardo Bruchez, 22 anos, do Morro Carrard, foi mais grave, pois teve traumatismo craniano e teve que ser removido para o Pronto Socorro de Canoas. Conforme Ivan, eles estariam retornando para casa após uma festa em São Sebastião do Caí quando aconteceu o acidente. No Astra o motorista era Douglas Gonçalves, 23 anos, morador de Linha Griebler, em São Vendelino, e que também sofreu lesões no acidente.

Guilherme Baptista

Foto: Jornal Primeira Hora

Compartilhar: