Aposentado é morto com 14 tiros em Montenegro

80
0
Compartilhar:

A Polícia Civil de Montenegro investiga o motivo e os autores da morte de Vanderlei dos Santos, de 48 anos.

Conhecido como “Vande Vaqueiro”, ele estava aposentado por invalidez devido a um câncer.  Pouco antes do meio-dia da última sexta-feira, 29 de dezembro, dois homens armados invadiram a casa de sua irmã, na Rua Apolinário de Moraes, no Morro da Formiga. Várias pessoas se encontravam na moradia, inclusive muitas crianças. Vanderlei estava na sala. Deitado no sofá, onde estaria dormindo, foi alvejado por vários disparos.

Conforme apontou a perícia, Vanderlei foi executado com 14 tiros. Logo após os assassinos fugiram e não foram mais localizados. A Brigada Militar isolou o local para a perícia. Segundo a Polícia, Vanderlei já tinha sido preso por tráfico. A Polícia investiga se o crime estaria relacionado com as drogas ou teria outra motivação. Como várias pessoas na casa viram os criminosos, já existem suspeitos.

Vanderlei foi sepultado na manhã de domingo, último dia de 2017. Morador também do Morro da Formiga, que fica no bairro Santo Antônio, deixou uma filha, três netos e demais parentes e amigos. Era conhecido como vaqueiro porque antigamente criava gado. Também trabalhou como pedreiro. “Era uma pessoa ótima e tinha muitos amigos”, diz uma sobrinha. “Meu filho de 3 anos também viu. Coitadinho, diz que fizeram papapa no tio Vande”, conta. “Ele não teve como se defender. Foi uma covardia”, completa, desconhecendo o motivo do assassinato.

Os familiares estão preocupados, temendo pela segurança dos moradores. Testemunhas dizem que os mesmos suspeitos já estariam rondando o local no dia anterior e também pouco antes do crime. E depois de praticarem o homicídio saíram caminhando em direção ao mato.

Guilherme Baptista

Foto: Reprodução

Compartilhar: