Quatro presos em Bom Princípio eram foragidos e suspeitos de assaltos na região

349
0
Compartilhar:

Os quatro indivíduos presos no final da tarde da última sexta-feira, dia 10, por volta de 19h, na RS 122, junto ao Posto da Polícia Rodoviária Estadual de Bom Princípio, estavam foragidos do Presídio de Venâncio Aires desde 28 de outubro. Os seus nomes ainda estão sendo confirmados pela Brigada Militar e Polícia Civil na lavratura das prisões em flagrante que estão ocorrendo na Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento (DPPA) de Montenegro.

Um policial militar de Garibaldo, que estava de folga, viu o automóvel Peugeot 3008 deslocando pela rodovia e o identificou como um carro suspeito de envolvimento em roubos na região. Foi então montada uma barreira em Bom Princípio com a participação de policiais militares também de São Sebastião do Caí e Feliz. No veículo e com os quatro presos foram apreendidos: espingarda calibre 12, quatro pistolas, revólver, rádios comunicadores, colete balístico, punhais, toucas ninjas, grande quantidade de munições e miguelitos (metais pontiagudos usados para furar pneus de viaturas). Também foram localizados objetos que seriam provenientes do roubo a uma relojoaria de Soledade, como jóias, relógios e dinheiro.

Os quatro presos seriam de Alvorada, Porto Alegre, Lajeado e Santa Catarina. Segundo a Brigada, todos já possuem vários antecedentes criminais, como por assalto, homicídio, formação de quadrilha e outros delitos. “Nós já vínhamos monitorando esta quadrilha desde quando executaram assalto num mercado de São Sebastião do Caí e numa residência de São Vendelino”, declara o comandante da Brigada Militar de Bom Princípio, sargento Marcelo Carvalho. “Estávamos trocando informações entre os comandos da Brigada e serviço inteligência”, completa. A quadrilha é também suspeita de assaltos na Serra, Vale do Taquari e Vale do Caí. “Vinham de Soledade, onde assaltaram uma joalheria, e segundo informações deles estariam indo agora para o litoral, provavelmente para outros delitos. Estavam com armamento bem pesado”, destaca. Imagens de câmeras da joalheria assaltada em Soledade comprovam que os bandidos eram os mesmos presos em Bom Princípio. “Conseguimos tirar de circulação quatro elementos que estavam aterrorizando a sociedade gaúcha”, concluiu, elogiando a integração entre os policiais de toda a região.

Guilherme Baptista

Crédito: Brigada Militar

Compartilhar: