Três anos da tragédia de Santa Teresinha

379
0
Compartilhar:

Um dos crimes mais bárbaros já ocorridos na região está completando três anos hoje. Em 22 de março de 2016, Marcia Thomé de Faria, de 32 anos, e suas duas filhas, Jaíne, 15 anos, e Jeisse, de 4 anos, foram mortas a facadas no apartamento onde moravam, em Santa Teresinha (Bom Princípio). O acusado, Marcelo Ferreira de Faria, 49 anos, foi preso e confessou o crime, alegando ter cometido o triplo homicídio por ciúmes. Na época, depois teria tentado o suicídio, com cortes nos pulsos e deixando o gás aberto.

Marcelo Ferreira de Faria está preso e deve ser julgado neste ano
– Crédito: Jornal NH/Reprodução

O casal teria tido um relacionamento de três anos, após se conhecer pelo facebook da internet. Após a separação, foi até o apartamento alegando que iria pegar suas coisas. Foi quando cometeu os assassinatos. Inicialmente Marcelo foi recolhido para a Penitenciária Estadual de Montenegro. Depois foi transferido para o Instituto Psiquiátrico Forense, o IPF, em Porto Alegre. Atualmente está na Penitenciária Estadual de Canoas.

Marcelo ainda não foi julgado. Após a pronúncia e a análise do recurso no Superior Tribunal de Justiça (STJ), os autos do processo retornaram para a comarca de São Sebastião do Caí. A previsão é de que o júri popular ocorra no Caí ainda neste ano. Enquanto isso o réu continua preso.

Guilherme Baptista

Compartilhar: