Operação Vale Real: Polícia volta a prender dono do sítio em que estava a carne roubada em São Vendelino

1031
0
Compartilhar:

A Polícia Civil, por meio da Delegacia de Repressão ao Roubo e Furto de Cargas (DRFC), do Departamento Estadual de Investigações Criminais (DEIC), sob a coordenação do Delegado Alexandre Luiz Fleck, deflagrou, nesta quinta-feira, dia 13, a operação Vale Real, com o cumprimento de ordens judiciais de busca e apreensão e prisões cautelares nas cidades de Vale Real, São Leopoldo e Caxias do Sul/RS.

Em agosto de 2019, houve um roubo, mediante grave ameaça exercida com arma de fogo, de uma carga de carnes da empresa Frigorífico Zimmer, de Parobé, na RS-122, no município de São Vendelino. Na mesma data, a Polícia realizou diligências e recuperou a carga no município de Vale Real, efetivando a prisão em flagrante de um indivíduo. Após este fato, as investigações avançaram e foi identificada a associação criminosa voltada a este tipo de delito, em especial o roubo de carne.

Mandados de busca e apreensão foram cumpridos hoje no Vale Real, Caxias do Sul e São Leopoldo
– Crédito: Polícia Civil

Conforme a Polícia, os crimes eram praticados com grave ameaça exercida com arma de fogo, possuindo a quadrilha toda a estrutura necessária ao armazenamento e reinserção da carga roubada no mercado. Diante da constatação, foram representados por mandados de busca e apreensão e prisão cautelar, deferidas pelo Poder Judiciário.

Na ação de hoje, foram cumpridas oito ordens judiciais, sendo quatro mandados de prisão e quatro mandados de busca e apreensão. Três pessoas foram presas, sendo dois homens em São Leopoldo e um investigado foi detido no Vale Real, além de buscas atrás de outro em Caxias. Os nomes não são divulgados até que ocorra a conclusão do inquérito. Foram apreendidos duas armas de fogo, dois carregadores, munições, colete balístico e diversos materiais sem procedência. Conforme o Delegado Fleck, a investigação qualificada realizada pela Delegacia permitiu a perfeita caracterização da associação criminosa.

Dono de sítio no Vale Real voltou a ser preso

Em 28 de agosto do ano passado, através da DRFC, a Polícia Civil efetivou no Vale Real a prisão de um indivíduo e recuperou 21 toneladas de carne roubada em São Vendelino. Durante a madrugada, o caminhão carregado de carne foi abordado por assaltantes na RS 122. Os criminosos levaram as vítimas e o veículo até um local onde foi feito o transbordo da carga. Na sequência, o veículo e as vítimas foram abandonadas em uma estrada vicinal que encontra a RS-452. Toda a carga foi encontrada pela Polícia, escondida em um galpão, dentro de um sítio, na Estrada Municipal da Uva, em Vale Real. No local, o proprietário do imóvel foi preso em flagrante. A carga era avaliada em cerca de 80 mil reais. E a partir daí a Polícia iniciou a investigação sobre a organização criminosa especializada em roubo e receptação de carne roubada.

Segundo o delegado Alexandre Fleck, hoje pela manhã foi preso no Vale Real o mesmo dono do sítio em que estava a carne roubada e que tinha sido detido em agosto do ano passado logo após o assalto. “Ele tinha sido preso por receptação. Aparentemente era um receptador (por estar com a carne roubada). No entanto, as investigações apontaram que ele fazia parte do esquema criminoso que participa dos roubos. Por isso foi preso por novamente, agora em mandado de prisão temporária”, explica.

 

Guilherme Baptista

 

 

Compartilhar: