Prefeitos do Vale do Caí são contra a volta às aulas em setembro

200
0
Compartilhar:

Em uma videoconferência ocorrida na manhã da última quinta-feira, dia 3, prefeitos e secretários municipais de Educação da Associação dos Municípios do Vale do Rio Caí (Amvarc) definiram posição conjunta sobre a possibilidade de retorno das aulas presenciais. Com ampla maioria dos participantes concordando, a entidade regional firmou posição contra o calendário proposto pelo Governo do Estado e definiu que as redes municipais de ensino não voltam às aulas em setembro. A Amvarc também é contra iniciar a retomada das aulas pela Educação Infantil. Ao invés de retornar primeiro pelas crianças menores, os prefeitos entendem que seria mais seguro começar pelos estudantes dos anos finais do Ensino Fundamental e as turmas do Ensino Médio. Ao final do encontro on line os prefeitos agendaram uma nova reunião virtual para o próximo dia 24 de setembro, às 9 horas.

O cronograma previsto pelo Governo, que sofre resistência de prefeitos em todo o Estado, propõe a retomada das aulas presenciais de forma escalonada, entre setembro e novembro. Pelo calendário apresentado pelo governador Eduardo Leite, a educação infantil, das creches, retornaria a partir da próxima terça-feira, dia 8 de setembro, nas escolas municipais e particulares. Depois seria a vez do ensino superior e médio, a partir de 21 de setembro, seguido dos anos finais e iniciais do ensino fundamental, em 28 de outubro e 12 de novembro. O Governo deixa claro que é uma autorização para os estudantes retornarem às escolas, mas a decisão final caberá aos municípios, pais e responsáveis, seguindo com a opção do ensino remoto. E só poderá voltar em município com bandeira laranja ou amarela há pelo menos duas semanas. As Prefeituras alegam que ainda precisam se preparar para estruturar as escolas com as medidas necessárias de prevenção.

Guilherme Baptista
Foto: Prefeitura do Caí
Compartilhar: